Aquela

Aquela

por Fêre Rocha

Sou aquela que arde
na mácula escura
nesse buraco permanente
em não poder ter dito
tudo
ter vestido
tudo
ter despido
tudo o que eu quis
desde o início
da vida, da vida
sou aquela que
te pariu
puta, santa, da calçada
pra casar e pra comer e
pra te jantar
quando me convier
sou pra mostrar
pra beber
pra estar só e
onde eu quiser
a mãe, filha, chefe, de casa,
dona, devota, vadia, vazia e
cheia, cheia
cheia de graça
o senhor? é convosco
comigo, contigo e
bendita é nossa marca